No artigo de hoje vamos postar um estudo de caso que estará em nosso próximo livro sobre ferramentas da qualidade. O caso tem o objetivo de ilustrar como se utiliza as ferramentas da qualidade num problema prático, muito comum no dia a dia das empresas que trabalhamos. Vamos ao caso:

A Rapidão Transportes é uma empresa que atua no ramo de transporte de mercadorias na cidade de São Paulo a mais de 50 anos de mercado. Ela possui diversos clientes, entre eles podemos destacar a Casa dos Brinquedos, uma organização que produz brinquedos para crianças de 4 a 10 anos de idade e que tem uma forte participação no mercado. A Rapidão Transportes é responsável por retirar os produtos na fábrica da Casa dos Brinquedos, localizados a 100 km de São Paulo, e transportá-lo até as lojas que efetuam as vendas.

Nos últimos 2 meses, a Rapidão Transportes tem recebido diversas reclamações da Casa dos Brinquedos pois muitas embalagens chegavam danificadas aos pontos de vendas, o que ocasionava grande perda de produtos, pois esses não podiam ser comercializados.

A diretoria da Rapidão Transportes, preocupada com as diversas reclamações e com a possibilidade de perder o cliente para um concorrente, decidiu que era muito importante reduzir o número produtos que eram entregues com embalagens danificadas. O diretor de armazenamento, Pedro, sugeriu que a empresa implementasse as ferramentas da qualidade. Pedro havia tido seu primeiro contato com estas ferramentas lendo livros sobre qualidade. O restante da diretoria resolveu aceitar esta ideia, já que estavam sem outras opções no momento. Decidiram colocar logo as ideias em prática e determinaram que o Pedro seria o líder do projeto.

O primeiro passo foi colocar em um gráfico de controle os dados sobre o percentual de embalagens da Casa dos Brinquedos danificadas nos últimas 2 anos, onde eles perceberam que nos últimos dois meses o percentual de embalagens danificadas havia subido consideravelmente (era uma causa especial).

Figura 1

Com o conhecimento adquirido, o grupo de melhoria resolveu estudar onde se encontravam os defeitos e em quais turnos e tipos de caminhões estes ocorriam. Para isso, elaboraram uma Folha de Verificação e coletaram as informações de todas as embalagens danificadas.

Figura 2

Passado 1 semana, A equipe tinha dados disponíveis sobre os defeitos encontrados em todas as embalagens danificadas e para estuda-los utilizou o Gráfico de Pareto, por tipo de produto e tipo de transporte, conforme Figura 3. Foi possível perceber que a Boneca Super Mammy era o produto onde aconteciam 65% dos problemas. Além disso, eles perceberam que o problema acontecia em todos os tipos de transportes, uma vez que nenhum ficou destacado no gráfico de Pareto (Figura 4).

 Figura 3

 Figura 4

Com a equipe reunida, eles elaboraram um Diagrama de Causa e Efeito para cada entender qual a razão da Boneca Super Mammy apresentar tantos defeitos de embalagem. Para a construção dos ramos principais foi utilizado o método dos 6 M´s (Máquina, Mão de Obra, Meio-Ambiente, Material, Método e Medição).

Figura 5

Com o diagrama de Causa e Efeito eles levantaram diversas hipóteses para o porquê dos problemas ocorrerem. Ao longo da análise, a equipe descartou diversas hipóteses e sobraram duas que chamaram muita atenção da equipe: o material da embalagem e o método de empilhamento.

A equipe conseguiu, por meio dos dados coletados e analisados chegar a um possível problema que tinha grande possibilidade de ser o responsável pelas embalagens danificadas. A Boneca Super Mammy era um produto recém lançando, onde a equipe de Desenvolvimento de Embalagens da empresa Casa de Brinquedos utilizou um novo material para embalar este produto que permita deixar a embalagem mais leve e mais barata. A Transportadora Rapidão não tinha conhecimento desta troca de material e continuava a empilhar o produto em pilhas de 5 embalagens, o que gerava os problemas. A Rapidão Transportes decidiu por um empilhamento máximo de 2 bonecas, o que resultou na diminuição das embalagens danificadas e a consequente satisfação da Casa dos Brinquedos.

Figura 6

468 ad

3 Comentários

  1. 22 de agosto de 2013

    Parabéns pelo ótimo post.

    Sugiro colocar ao final de cada post os botões para compartilhamento em rede sociais, como por exemplo o LinkedIn.

    Desta forma vocês poderão ampliar sua divulgação para um número cada vez maior de leitores ou possíveis clientes.

  2. 24 de agosto de 2013

    É comum, após aplicação de algumas ferramentas da qualidade, encontramos soluções simples para o problema. A tentativa de ganhar tempo fazendo uso apenas da observação e ação simplória, pode levar a um resultado não tão assertivo quanto com o uso de ferramentas da qualidade. Parabéns pelo Case, é bastante ilustrativo. Estou no aguardo do livro.

    • 25 de agosto de 2013

      Assim que o livro estiver pronto, lhe avisaremos Ronaldo. Muito obrigado pelo feedback. abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>